Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Reminiscências

Sinto o que não devia sentir.

Quero o que não devia querer.

O tempo está acabar se já não acabou...

Algo possível está a transformar-se em impossivel, talvez por cobardia minha, talvez por escolha tua*...

 

"Tua" que parvoíce a minha escrever para quem não lê, para quem não imagina que eu tenho uma paixão secreta, para quem não se lembra da minha existência, sou apenas mais uma pessoa, uma desconhecida que apanha o mesmo autocarro, o mesmo metro, a mesma direcção...

 

(*)Corrigo "dele"!

 

"You Are beautiful. You're beautiful.
You Are beautiful, it's true.
I saw your face in a crowded place,
And I don't know what to do,
'Cause I'll never be with you.

Yes, she caught my eye,
As we walked on by.
She could see from my face that I was,
Flying high,
And I don't think that I'll see her again,
But we shared a moment that will last till the end."
                                                                                                               James Blunt - You Are Beautiful

 

 

Uma música perfeita para descrever o que aconteceu, e tal como diz , eu nunca ficarei com ele mas tivemos um "momento" que ficará para sempre!

 

E assim pela última vez falo e encerro a história do desconhecido!

 

 

: You are Beautiful - James Blunt
A. Motα às 09:00
| comentar | +

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 47 seguidores

Email
Flickr
Bookworms

.pesquisar

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008